2013-2015 – pensar o impensável, querer o impossível

Pensar o impensável, querer o impossívelum olhar para o futuro a partir de bons exemplos concretos

Este projeto teve como objetivos:

Diario de uma revolucionaria - foto de Paulo Reis

  • jogar uma luz sobre o momento presente tendo como retaguarda os bons exemplos concretos do passado – indivíduos e coletivos que pensaram e agiram pelo outro em suas duas significações: o outro seu par e um outro mundo possível;
  • através destes exemplos contribuir para que, em alguma medida, seus ventos pudessem abrir espaços na névoa que encobria e ainda encobre o nosso horizonte;
  • cruzando passado e presente, abrir-se para um outro futuro.

Para atingi-los, agimos por meio das seguintes práticas:

  • a criação de vários núcleos de estudo e pesquisa a partir do tema central do projeto, liderados por artistas do núcleo artístico da companhia, que resultaram em 3 espetáculos (Manuela, Diário de uma revolucionária e Bando de paiaços) e 2 exercícios cênicos (A Copa vista da cozinha e Guerras desconhecidas);
  • o compartilhamento de ideias e momentos de criação com outros artistas nestes núcleos experimentais;
  • apresentações gratuitas de nossos espetáculos em nossa sede e nas de outros grupos paulistanos;
  • seminários sobre os temas estudados e mostras públicas dos resultados alcançados.

Os núcleos

1) A Copa vista da cozinha /coordenação de Pedro Pires

Grupo livre de autores que abordou a Copa do Mundo sob outros pontos de vista, com estudos cênicos apresentados às vésperas da competição no Brasil.

2) De mim já nem se lembra – os bons exemplos concretos / coordenação de Pedro Pires

Trabalhos dramatúrgicos e de construção cênica baseado na biografia de Patrícia Galvão (Pagu), que resultou na criação do espetáculo Diário de uma revolucionária e de um novo grupo (Cia Às Favas).

3) Guerras desconhecidas / coordenação de Fernanda Haucke

Estudos e experimentos cênicos a partir de histórias obscuras ou fatos nebulosos da história nacional, ligados às guerras esquecidas do Brasil.

4) Lopes Chaves / coordenação de Vera Lamy

Estudos e construções cênicas a partir de poemas e correspondências de Mário de Andrade que resultaram na criação do espetáculo Manuela.

5) Lona Bamba / coordenação de Flávio Pires e Guto Togniazzolo

Exploração das possibilidades das linguagens do palhaço que resultou na criação do espetáculo Bando de paiaços.

Para maiores informações e acesso a materiais produzidos durante este projeto, escreva para feijao@companhiadofeijao.com.br.