2004-2005 – um lugar chamado Brasil

Um lugar chamado Brasil – sua história através do estudo das almas de suas personagens

Este projeto proporcionou um aprofundamento nos campos teórico e prático de nossas pesquisas, não incluindo montagem de espetáculo – possibilidade pioneiramente assegurada pelo Programa de fomento, diferencial e modelar no que se refere ao trabalho continuado de um grupo teatral. Houve, porém, um espetáculo resultante deste processo – Nonada – integrante de projeto complementar de montagem.

Depois de uma investigação que trafegou por realidades sócio-regionais brasileiras e que redundou na trilogia O ó da viagem, Antigo 1850 e Mire veja, interessava agora investigar o que denominamos de alma brasileira, entendida aqui como o espaço interior do indivíduo, seus desejos em contraposição à realidade que o cerca.

O estudo foi fortemente lastreado na literatura de autores exemplares de quatro períodos históricos, profundos observadores de suas épocas, a partir do que se convencionou chamar de “formação do Brasil como nação moderna”, na segunda metade do século XIX: Machado de Assis, Mário de Andrade, Clarice Lispector e um variado grupo de escritores contemporâneos. Como complemento, um seminário sobre as relações entre a literatura e a formação do homem brasileiro.

Parelalamente, aprofundamos nosso trabalho sobre a configuração, sistematização e compartilhamento de uma metodologia própria para o trabalho do ator, que culminou com a realização de um curso extensivo para iniciantes em teatro orinundos de todas as regiões da cidade, focado no desenvolvimento da técnica, da improvisação e de ferramentas de transposição e criação cênica.

Por último, os recursos deste projeto nos ajudaram a criar e começar a organizar a sede que atualmente ocupamos, vital para nossa sobrevivência, estaleiro e base de lançamento de todas as variantes de nosso trabalho.

Para maiores informações e acesso a materiais produzidos durante este projeto, escreva para feijao@companhiadofeijao.com.br.