LEANDRO MEDINA E BANDA LE NOIR no Feijão

leandro medina e banda le noir - fusões 2

Publicado em Apresentações artísticas | Com a tag , , | Deixar um comentário

FEIJÃO na Alemanha

Representando a Companhia do Feijão na Alemanha, em outubro estarão em Munique e Berlim Pedro Pires e Zernesto Pessoa.

Em Munique os integrantes participarão do Festival Teamtheater.Global São Paulo, acompanhando a leitura da versão em alemão do espetáculo Mire Veja realizada e dirigida por artistas alemães. Da programação constam ainda debate, entrevista e encontro com representantes da Universidade de Munique.

Em Berlim haverá um encontro público em A Livraria, com  a leitura de fragmentos do mesmo espetáculo, seguida de debate.

folderdef_b_bx

teamtheater.global são paulo

 

Publicado em Encontros abertos, Geral | Com a tag , | Deixar um comentário

FUSÕES 2 no Feijão

FUSÕES 2 - outubro 16Durante todo o mês de outubro de 2016 realizamos em nossa sede a segunda edição do projeto Fusões – a música que o teatro tem, reunindo trabalhos artísticos independentes que possuem em comum a intersecção entre as linguagens musical e teatral, insubmissos a ditames mercadológicos.

Este edição é produzida autonomamente, sem patrocínio ou apoios de programas públicos, com a colaboração direta de profissionais de várias áreas, além dos próprios artistas participantes através da renúncia a cachês e outros honorários; no sentido de que a exitosa programação realizada no módulo anterior possa ter continuidade, dada a relevância artística ali alcançada e aos poucos tornada referência como real possibilidade de uma confluência sólida entre teatro e música na cena cultural paulistana.

Na programação estão 4 atrações, entre artistas convidados e um espetáculo da própria companhia, com ingressos disponíveis pelo sistema pague quanto puder.

Programação / outubro 2016 – sempre aos sábados às 21h e domingos às 20h

– Manuela – dias 8 e 9

Espetáculo da Companhia do Feijão, com Vera Lamy e Lincoln Antonio, que conta a história de amizade entre Mário de Andrade e sua máquina de escrever. Manuela é o nome dado pelo escritor à sua máquina em homenagem ao amigo Manuel Bandeira, e é dela o ponto de vista da narrativa, que reúne reflexões de companheira à poesia e correspondência intensas de Mário de Andrade para contar quem foi esse brasileiro

  • Em cena: Vera Lamy e Lincoln Antonio
  • Concepção e dramaturgia: Vera Lamy
  • Direção musical e música original: Lincoln Antonio
  • Cenografia: Pedro Pires
  • Figurino: Anahí Asa
  • Iluminação: Zernesto Pessoa

– Estradar – 15 e 16 de outubro

Projeto do Duo formado pelo pianista Tiago Fusco e a cantora Verlucia Nogueira, Estradar é um convite às estradas de belezas de um sertão profundo através da música do poeta e compositor Elomar figueira Mello, revestida na formação de piano e voz feminina.

  • Em cena: Tiago Fusco e Verlucia Nogueira
  • Canções: Elomar Figueira Mello

– Na cachola – 22 e 23 de outubro

Show-cênico de pré-lançamento do disco Na cachola, de Marília Calderón e Walter Garcia, que experimenta diálogos entre a música, o teatro e a literatura.

  • Em cena: Marília Calderón e Walter Garcia
  • Direção: Jé Oliveira

– Leandro Medina e Banda Le Noir – 29 e 30 de outubro

Show onde a diversidade rítmica é marcada pelo pulso dançante de misturas sonoras, com fusões entre batuque, tambor de crioula, carimbo, ijexá, reggae, tecnobrega e baladas românticas.

  • Músicos: Leandro Medina, Flávio Rubens, Raphael Gomes, Ítalo Magno e Adilson Camarão

Fusões – a música que o teatro tem

  • Quando: de 8 a 30 de outubro, sábados às 21h e domingos às 20h
  • Ingressos: PAGUE QUANTO PUDER – bilheteria aberta uma hora antes das apresentações
  • Classificação etária: livre
  • Onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República / COM ACESSO A CADEIRANTES
  • Realização: Companhia do Feijão
  • Apoio: artistas participantes / Artefactos Bascos / Duda Gomes / Rafael Araújo / Sylvio Novelli Assessoria em Comunicação
Publicado em Apresentações artísticas | Com a tag , | Deixar um comentário

SARAUS POÉTICOS no Feijão

Iniciamos em outubro em nosso espaço uma série de saraus que buscam lançar um olhar poético sobre questões, belezas, essencialidades e particularidades do homem brasileiro a partir de autores nacionais comprometidos com nossa origem e formação, à luz da realidade contemporânea. As leituras são realizadas por integrantes da companhia e tem participação aberta ao público.

Programação

  • Letras Drummondianas – 6 de outubro, quinta, 20h

Poemas de Carlos Drummond de Andrade presentes em Alguma poesia, Brejo das almas, Sentimento do mundo, José, A rosa do povo, Claro enigma e Fazendeiro do ar.

  • Um João entre tantos – 10 de novembro, quinta, 20h

Poemas de João Cabral de Mello Neto presentes em A educação pela pedra, Sevilha andando, Auto do frade e Obra completa.

  • Quem, nós? – 29 de novembro, terça, 21h

Poemas de José Paulo Paes presentes em A poesia está morta mas juro que não fui eu, Histórias do Brasil na poesia de José Paulo Paes, De ontem pra hoje e O aluno.

  • Céu e chão de Manoel de Barros – 8 de dezembro, quinta, 20h

Poemas e escritos de Manoel de Barros presentes em Memórias inventadas, Poemas concebidos sem pecado, Gramática expositiva do chão e Concerto a céu aberto.

  • Com: Fernanda Haucke, Fernanda Rapisarda, Flavio Pires, Guto Togniazzolo e José Romero
  • Concepção e direção: Fernanda Rapisarda
  • Figurino: Guto Togniazzolo
  • Ingressos: grátis
  • Indicação etária: livre
  • Onde: Companhia do Feijão / R. Dr. Teodoro Baima 68 – República

Realização: Companhia do Feijão / Cooperativa Paulista de Teatro / Secretaria Municipal de Cultura / Programa de Fomento ao Teatro

Publicado em Apresentações artísticas | Com a tag , | Deixar um comentário

ARMADILHAS BRASILEIRAS no Feijão

Armadilhas Brasileiras - foto de José RomeroProsseguindo com as apresentações previstas no projeto Brasil, fábrica de sonhos – Pesadelo?, com espetáculos de nosso repertório que dialogam com nossa nova criação em curso, apresentamos em setembro e outubro uma curta temporada do espetáculo Armadilhas Brasileiras.

Armadilhas Brasileiras mostra um grupo de teatro em trabalho de ensaios finais de um espetáculo em estilo épico, cujo pano de fundo é a crise econômica mundial de 1929 e seu impacto sobre os trabalhadores rurais e portuários brasileiros – que ao final protagonizam uma revolução vitoriosa. Durante o trabalho, porém, surge entre os artistas um conflito sobre os rumos da história, com questionamentos antagônicos sobre seu conteúdo e as formas de representá-la. O acirramento deste embate leva a um “golpe cênico” que muda o tema e os estilos de representação, trazendo ao foco da discussão o próprio fazer artístico.

  • Em cena: Fernanda Haucke, Fernanda Rapisarda, Flávio Pires, Guto Togniazzolo e Vera Lamy
  • Argumento e Direção: Pedro Pires
  • Dramaturgia: Pedro Pires e Zernesto Pessoa
  • Cenografia: Fernanda Aloi e Pedro Pires
  • Figurinos: Daniel Infantini e Guto Togniazzolo
  • Direção musical: Flávio Pires e Lucas Vasconcelos
  • Músicas: núcleo artístico da companhia e Lucas Vasconcelos
  • Luz: Pedro Pires e Zernesto Pessoa
  • Vídeo: Leandro Goddinho
  • Operação de luz: Zernesto Pessoa
  • Operação de vídeo: Paulo Reis
  • Quando: 24 de setembro a 4 de outubro, de sábado a terça às 20h
  • Ingressos: grátis, retirados diretamente na bilheteria, aberta uma hora antes das apresentações
  • Duração: 120’
  • Classificação etária: 12 anos
  • Onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República
  • Capacidade: 60 lugares – COM ACESSO A CADEIRANTES
Publicado em Espetáculos | Com a tag , | Deixar um comentário

O Ó DA VIAGEM no Engenho Teatral

Com O ó da viagem participamos em setembro da Solidariedade – uma mostra de teatro, que marca a reabertura do Engenho Teatral.

O ó da viagem - foto de José Romero (2)_bxEm O ó da viagem, viajantes-narradores paulistas observam com olhos de “estrangeiros” o universo sertanejo do Nordeste. Desdobrando-se em múltiplos personagens, o coro de atores utiliza a linguagem do teatro popular para alternar episódios cômicos e trágicos. Conduzidos por canções populares, diversos temas são abordados, entre eles o anti-herói do sertão (o sobrevivente), o cotidiano da seca e a “fina-flor” da aristocracia rural.

  • Em cena: Fernanda Rapisarda, Flávio Pires, Irací Tomiatto, Pedro Pires e Zernesto Pessoa
  • Direção e dramaturgia: Pedro Pires
  • Direção musical: Walter Garcia
  • Cenografia e adereços: Petronio Nascimento
  • Figurinos, desenhos e pinturas: Guto Togniazzolo e Edu Garudah
  • Luz: Pedro Pires e Zernesto Pessoa
  • Operação de luz: Rafael Araújo
  • Boneco: Mônica Simões
  • Quando: 17 e 18 de setembro, sábado e domingo às 19
  • Ingressos: grátis
  • Duração: 60′
  • Recomendação etária: livre
  • Onde: Engenho Teatral – R. Monte Serrat 120 – Tatuapé – (ao lado da Estação Carrão do Metrô)
Publicado em Espetáculos | Com a tag , , | Deixar um comentário

MIRE VEJA no Feijão

Prosseguindo com as apresentações previstas no projeto Brasil, fábrica de sonhos – Pesadelo?, com espetáculos de nosso repertório que dialogam com nossa nova criação em curso, apresentamos em setembro uma curta temporada do espetáculo Mire veja.

Mire Veja - foto de José RomeroMire Veja é uma livre adaptação das micro-histórias urbanas de brasileiros anônimos contadas por Luiz Ruffato no premiado livro eles eram muitos cavalos. São 24 histórias curtas, fragmentadas e por vezes entrelaçadas, que falam da vida na metrópole paulistana e de pessoas de diversas origens e classes sociais que nela habitam. Com cerca de 30 personagens que não se encontram, as histórias encadeiam-se como flashes no tempo impossível da grande cidade. Um mosaico a partir do qual é possível vislumbrar uma parte desse universo tão densamente povoado pela diversidade.

  • Em cena: Fernanda Haucke, Guto Togniazzolo, Pedro Pires, Vera Lamy e Zernesto Pessoa
  • Direção e dramaturgia: Pedro Pires e Zernesto Pessoa
  • Cenografia: Petronio Nascimento
  • Figurinos: Marina Reis
  • Luz: Marinho Piacentini
  • Operação de luz: Flávio Pires
  • Temporada: 3 a 13 de setembro, de sábado a terça às 20h
  • Ingressos: grátis, retirados diretamente na bilheteria, aberta uma hora antes das apresentações
  • Duração: 60’
  • Recomendação etária: 12 anos
  • Onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República
  • Capacidade: 90 lugares, com acesso a cadeirantes
Publicado em Espetáculos | Com a tag , | Deixar um comentário

PEQUENAS ESPERANÇAS no Feijão

Pequenas Esperanças - foto de Guto TogniazzoloProsseguindo com as apresentações previstas em nosso projeto Brasil, fábrica de sonhos – Pesadelo?, realizamos em agosto a estreia ao público e uma curta temporada do espetáculo Pequenas esperanças.

O espetáculo foi criado em 2014, diretamente ligado aos temas abordados no presente projeto, com a participação de integrantes das companhias do Feijão e do Tijolo, e até aqui foi apresentado somente em sessões fechadas.

Sinopse / pesquisa: Pequenas esperanças trata do forte renascimento da literatura infanto-juvenil nos anos setenta. A história baseia-se em depoimentos de escritores e trechos de suas obras, com foco no período da ditadura militar brasileira e em como a necessidade de falar sobre democracia e liberdade para as crianças (que cresciam sob um regime autoritário) foi uma urgência que determinou o aumento expressivo de publicações para esta faixa etária e impulsionou este veio da literatura. Em forma narrativa, dois “autores” vão contando suas histórias de vida, da vida nos anos de chumbo, discorrendo sobre os porquês de escrever para as crianças e jovens e cantando canções da época que diagnosticavam o momento e clamavam pela liberdade de vida.

  • Texto e Direção: Pedro Pires
  • Atores cantores: Dinho Lima Flor e Vera Lamy
  • Músico: Marcos Coin
  • Cenografia e Figurinos: Pedro Pires e Guto Togniazzolo
  • Luz: Pedro Pires e Zernesto Pessoa
  • Temporada: 8 a 30 de agosto, segundas e terças às 21h
  • Ingressos: grátis, retirados diretamente na bilheteria, aberta uma hora antes das apresentações
  • Duração: 45’
  • Classificação etária: livre
  • Onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República
  • Capacidade: 50 lugares, com acesso a cadeirantes

Realização: Companhia do Feijão / Cooperativa Paulista de Teatro / Secretaria Municipal de Cultura / Programa de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo

Publicado em Espetáculos | Com a tag , | Deixar um comentário

PRECISA-SE DE COMPOSITOR COM EXPERIÊNCIA no Feijão

precisa-se de compositor com experiênciaFinalizamos em agosto nosso projeto FUSÕES – a música que o teatro tem, contemplado pelo Programa de Ação Cultural da Secretaria da Cultura, com uma programação gratuita de trabalhos de artistas que tem em comum a intersecção entre as linguagens teatral e musical. Em agosto as apresentações acontecem às quintas-feiras às 21h.

Agosto 2016

Espetáculo convidado: PRECISA-SE DE COMPOSITOR COM EXPERIÊNCIA – com Jonathan Silva, grupo e artistas convidados

Sinopse

Show com o músico capixaba-paulistano Jonathan Silva, com canções inéditas que narram histórias de personagens comuns e ao mesmo tempo inusitadas. Figuras que poderiam passar despercebidas, mas que são fisgadas pelo olhar do compositor, com doses de lirismo, humor e ironia. A inspiração pode vir de uma imagem, de um texto, de uma placa de “precisa-se”. Histórias de gente que passa pela Alameda Glete a caminho do metrô e se depara com um músico tocando violino. Histórias que falam do amor que vira azia, que vira rancor, que vira nostalgia. Da moça de Band-Aid dentro do trem, cheia de semitons, e que confunde coco com carimbó. As narrativas têm como pano de fundo arranjos que transitam por diversos gêneros explorando uma gama de timbres: samba com viola e bateria, coco com pífanos, bolero–chiste com rabeca e guitarra. Neste show, Jonathan Silva também recebe músicos convidados a cada apresentação.

  • JONATHAN SILVA – voz
  • MARCOS COIN – violão
  • LUCAS SILVA – percussões
  • FILPO RIBEIRO – rabeca, viola, guitarra, pífanos e direção musical
  • temporada: 4, 11, 18 e 25 de agosto, quintas às 21h
  • ingresso: gratuito, retirado diretamente na bilheteria, aberta uma hora antes das apresentações
  • onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República
  • indicação etária: livre
  • capacidade: 50 lugares, com ACESSO A CADEIRANTES

Jonathan Silva – o músico e o teatro

Jonathan Silva atua como compositor na Cia. São Jorge de Variedades e na Cia. do Tijolo. Em março de 2014 conquistou o Prêmio Shell de Teatro na Categoria Música pelas canções compostas para o espetáculo Cantata para um bastidor de utopias, da Cia. do Tijolo.

Discografia

  • PRECISA-SE DE COMPOSITOR COM EXPERIÊNCIA – 2015
  • CONCERTO DE ISPINHO E FULÔ – com a Cia. do Tijolo, 2011
  • O SANTO GUERREIRO E O HERÓI DESAJUSTADO – com a Cia. São Jorge de Variedades, 2008
  • BENEDITO – 2007
  • OLHA A CHUVA PESSOAL, TIRA A ROUPA DO VARAL (infantil) – 2000
  • NECESSÁRIO – 199

Realização:  Companhia do Feijão / Cooperativa Paulista de Teatro / Governo do Estado de São Paulo / Secretaria da Cultura / Programa de Ação Cultural

Publicado em Apresentações artísticas | Com a tag , | Deixar um comentário

MANUELA no Centro Cultural Cidade Tiradentes

Indicado ao prêmio APCA de melhor dramaturgia no ano passado, Manuela prossegue em agosto sua circulação por equipamentos culturais municipais.

Manuela - foto José RomeroManuela é uma história de amizade entre o escritor e sua máquina de escrever. É o nome dado por Mário de Andrade à sua máquina em homenagem ao escritor e amigo Manuel Bandeira. No espetáculo, é ela quem revive vida e obra de seu dono, com reflexões de companheira tecidas a partir da poesia e correspondência do multibrasileiro morador da Lopes Chaves

  • Em cena: Lincoln Antonio e Vera Lamy
  • Concepção e dramaturgia: Vera Lamy
  • Direção musical e trilha original: Lincoln Antonio
  • Preparação corporal: José Romero
  • Preparação vocal: Rodrigo Mercadante
  • Orientação literária: Iná Camargo Costa
  • Orientação dramatúrgica: Milton Morales Filho
  • Cenografia: Pedro Pires
  • Figurino: Anahí Asa
  • Costureiro: Enrique Casas
  • Iluminação: Zernesto Pessoa e Rafael Araújo

quando e onde em AGOSTO:

  • dias 5, 6 e 7, sexta, sábado e domingo, 19h – Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes – Av. Inácio Monteiro 6900 / Cidade Tiradentes
  • ingressos: gratuitos
  • classificação etária: livre

Realização Companhia do Feijão / Cooperativa Paulista de Teatro / Prefeitura Municipal de São Paulo / Secretaria Municipal de Cultura

Publicado em Espetáculos | Com a tag , | Deixar um comentário