movido a feijão (1998)

espetáculo fora de repertório

Espetáculo que deu nome à companhia, inspirado na linguagem dos desenhos animados e criado a partir da manipulação de lixo reciclável. Nele, atrapalhados faxineiros simbolizam o brasileiro simples, que consegue transformar em brincadeira dificuldades do cotidiano como o trabalho maçante, a opressão hierárquica e a fome. Inicialmente um espetáculo de rua, migrou depois para espaços fechados.

Movido a feijão é o segundo espetáculo da companhia e estreou em julho de 1998 nas ruas de Cordisburgo-MG, com Camila Bolaffi, Deborah Serretiello e Heraldo Firmino no elenco. A versão para sala, em horário infantil, estreou no Centro Cultural São Paulo, na capital paulista, em novembro de 1999, com Andréia Bassit, Camila Bolaffi, Deborah Serretiello, Pedro Pires e Walter Garcia no elenco; trilha sonora de Cacá Machado e direção de Pedro Pires.