enXurro (2011)

  • Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz                                                        espetáculo fora de repertório

EnXurro é uma rapsódia cênica criada a partir de estímulos literários, cênicos e musicais de diversos autores e épocas, em torno de temas relacionados ao momento de transição civilizatória por que passamos. Numa corrente caleidoscópica, entrecruzam-se de maneira simbólica: anomalias, assombros, cumplicidade, devastação, encontros, espelhos, inspirações, mentiras, poder, radicalismo, reação, reconstruções, reencontros, resistência e horizontes. Esboços de um vir-a-ser.

Fruto de nosso segundo projeto consecutivo sobre questões utópicas – qui.me.ras – diálogos utópicos e a nova ordem do dia –, este espetáculo é uma reunião de experimentos cênicos que aglutinam ao mesmo tempo reflexões sobre nosso passado próximo, nosso presente e nosso futuro: após a desesperança, a busca por novas possibilidades.

 

Enxurro, décimo espetáculo da companhia, abriu as portas da sede do grupo ao público em agosto de 2011. Foi integralmente criado e realizado por Fernanda Haucke, Fernanda Rapisarda, Flávio Pires, Guto Togniazzolo, Pedro Pires, Vera Lamy e Zernesto Pessoa.

Salvar