O PERRENGUE DA LONA PRETA no Feijão

Recebemos no próximo final de semana o espetáculo O perrengue da Lona Preta, com a Trupe Lona Preta, em duas únicas apresentações.

Sinopse

O “sagrado” direito à propriedade privada, símbolo da cultura oficial, é reinterpretado em O Perrengue da Lona Preta, um espetáculo inspirado na tradição circense. Nele os palhaços Rabiola e Chico Remela reconstroem, de forma divertida, os símbolos pretensamente eternos da ordem vigente.

A pesquisa

Três pilares que configuram a pesquisa que resultou na montagem de O Perrengue da Lona Preta: textos de Hegel, Ariel Dorfman, Armand Mattelart, Marilena Chauí, Karl Marx e Oduvaldo Vianna Filho; o arquétipo cômico, cenas clássicas de circo, do palhaço popular, de rua, de feira; e a obra de Mikhail Bakhtin A Cultura Popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais.

Surge daí um jogo de palhaços/bufões que não tem o menor interesse em que se estabilize o regime existente e o quadro do mundo dominante (impostos pela verdade oficial), e que tentam, assim, captar o mundo em devir, a alegre relatividade de todas as verdades limitadas de classe, o estado de não acabamento constante do mundo, a fusão permanente da mentira e da verdade, do mal e do bem, das trevas e da claridade, da maldade e da gentileza, da morte e da vida.

  • Direção: Sergio Carozzi
  • Elenco: Joel Carozzi, Sergio Carozzi
  • Figurinos: o grupo
  • Produção: Henrique Alonso
  • Apresentações: 30 de setembro e 1 de outubro, sábado e domingo, às 20h
  • Ingressos: pague quanto puder
  • Onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República – com acesso a cadeirantes

 

Esta entrada foi publicada em Espetáculos e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.