LEDORES NO BREU no Feijão

Recebemos em janeiro uma curta temporada do espetáculo LEDORES NO BREU, com Dinho Lima Flor.

Inspirado no texto “Confissão de Caboclo” do poeta Zé da Luz e no pensamento e prática do educador Paulo Freire, o espetáculo Ledores no Breu trata das relações entre o homem sem leitura e sem escrita com o mundo ao seu redor. Histórias entrelaçadas que acompanham analfabetos em pleno século XXI, homens percorrendo distâncias para elucidar suas dúvidas, seus erros e seus crimes. Há o homem que não lê, habitante do breu, que por isso mesmo é capaz de assassinar o bem maior de sua vida. Há também outro homem que lê, mas não consegue interpretar o texto, perdendo-se num mar de palavras sem sentido. Há ainda aqueles que leem as palavras, mas não leem o mundo: são muitos os ledores no Breu.

O que faz com que a cultura seja a porta-voz, não só de um desejo de emancipação, mas também, paradoxalmente, sirva de mecanismo de exclusão e demarcação de fronteiras sociais se apoiando em preconceitos linguísticos?

A Leitura do mundo e a leitura das letras. Nessas duas esferas de apreensão e criação do conhecimento, circulam nossos Ledores no Breu. O Espetáculo pretende ser uma reflexão sobre as consequências dos muitos analfabetismos à nossa volta. A partir de textos de Paulo Feire, Lêdo Ivo, Zé da Luz, Patativa do Assaré, Luiz Fernando Veríssimo, canções de Cartola, Jackson do Pandeiro e Chico César, figuras se cruzam, histórias se embaraçam e tecem as trajetórias dessas vítimas do crime de não saber ler.

  • Atuação: Dinho Lima Flor
  • Direção: Rodrigo Mercadante
  • Assistência de Direção: Thiago Claro França
  • Iluminação: Thiago França Claro e Artur Mattar
  • Contra-regra: Cida Lima
  • Designer Gráfico: Fábio Viana
  • Foto: Alécio Cesar
  • curta temporada: de 6 a 23 de janeiro, às sextas, sábados e segundas às 21h e domingos às 20h
  • onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República
  • ingresso: $ 20

 

Esta entrada foi publicada em Geral. Adicione o link permanente aos seus favoritos.