SONHOS SONHOS SÃO: OS PERSONAGENS DOS ROMANCES DE CHICO BUARQUE – curso livre no Feijão

Dentro de nosso projeto Brasil, fábrica de sonhos – Pesadelo?, abrimos ao público mais um curso extensivo, desta vez para análise de romances de Chico Buarque, base literária para o novo trabalho de criação da companhia. A pesquisadora Malu Rangel, coordenadora do ciclo de encontros, explica:

“A proposta central dos encontros é abordar os ciinco últimos romances escritos por Chico Buarque – Estorvo (1991), Benjamin (1995), Budapeste (2003), Leite derramado (2009) e O irmão alemão (2014). Para circundar as obras, partiremos do ponto de vista dos protagonistas das narrativas: o que cada um deles traz como sujeito de seu tempo histórico? Como suas paixões, seus preconceitos, suas caminhadas a esmo e suas imobilidades os fazem saltar das páginas dos livros para se transformar em nossos pares contemporâneos? O que eles veem; o que encobrem? O que nos fazem enxergar, combater ou… aceitar?

De Estorvo a O irmão alemão há, claramente, um projeto literário com o qual Chico Buarque se compromete. Não apenas por Chico carregar consigo a alcunha de “intérprete do Brasil” assumida, cobrada, como cancionista e, agora, como autor. Mas essencialmente porque, em seus romances, parece haver um esforço consciente por parte do artista para entender o Brasil:

“Eu sou uma pessoa muito afetiva, uma pessoa que age por afeto. Eu sou o homem cordial. Eu sou um homem que age por impulso. Esse meu lado afetivo está talvez na música, que sofre esses arroubos afetivos. Eu faço uma distinção bastante clara: na literatura sou um cidadão sem afetos. O fato de estar solitário escrevendo um livro que vai ser apresentado em público e que vai ser lido individualmente, isso me despe um pouco desse sujeito atirado e algo ingênuo. Já a música me emociona, eu fico em lágrimas. Eu sou um bobo como músico. Mas tenho o outro lado, racional e muito crítico, muito seco, que é um lado que quase não cabe na música, que precisa de outro veículo.” [A entrevista completa está disponível em http://www.chicobuarque.com.br/texto/mestre.asp?pg=entrevistas/entre_09_01_94.htm]

Antes, há um esforço consciente para entender a (de)formação do país em nossos dias. E tal projeto é apresentado através do ponto de vista de certa classe social, de onde saem os protagonistas dos romances buarquianos. Resta saber se aquilo que começa como projeto – em profundo ajuste entre intenção e forma – que desordena os leitores do romance, assim como o mundo cá fora baratina os cidadãos, acaba, ao menos por hora, como mero acerto de contas com a própria história.

ENCONTRO 1 | 4/11/2015 | 16h às 17h30 – Leite derramado | com Malu Rangel

Textos sugeridos para o encontro:

  • Chico Buarque, Leite derramado (São Paulo: Companhia das Letras, 2009).
  • Roberto Schwarz, “Cetim laranja sobre fundo escuro”, in Martinha versus Lucrecia (São Paulo: Companhia das Letras, 2012).
  • Roberto Schwarz, “Uma desfaçatez de classe”, in Um mestre na periferia do capitalismo (São Paulo: Duas Cidades/Editora 34, 2000). Especialmente as partes: “Observações iniciais”, “Um princípio formal” e “A sorte dos pobres”.
  • Walter Garcia, “Elementos para a crítica da estética do Racionais MC’s (1990-2006)”, in Revista Ideias, n.7 (2º semestre de 2013). Especialmente a parte sobre a canção “Sinhá” (p. 101 a 106). Disponível em: http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:mtLhQRINsXkJ:www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/ideias/article/view/1495+&cd=1&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br

Vídeos sugeridos para o primeiro encontro:

  • ENCONTRO 2 | 11/11/2015 | 16h às 17h30 – Estorvo | com Edu Teruki Otsuka e Ivone Dare Rabello
  • ENCONTRO 3 | 18/11/2015 | 16h às 17h30 – O irmão alemão | com Malu Rangel
  • ENCONTRO 4 | 25/11/2015 | 16h às 17h30 – Budapeste | com Walter Garcia
  • ENCONTRO 5 | 2/12/2015 | 16h às 17h30 – Benjamin | com Maria Rita Kehl

(Na semana anterior a cada encontro, os palestrantes divulgarão os textos e vídeos específicos, se houver).”

INSCRIÇÕES livres e gratuitas em romances@companhiadofeijao.com.br

ONDE: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República

Esta entrada foi publicada em Atividades de formação, Grupos de estudo e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.