SARAU com poemas de Manoel de Barros no Feijão

sarauFinalizamos em dezembro nossa primeira série de saraus poéticos, que buscou lançar um olhar poético sobre questões, belezas, essencialidades e particularidades do homem brasileiro a partir de autores nacionais comprometidos com nossa origem e formação, à luz da realidade contemporânea.

Em DEZEMBRO – Céu e chão de Manoel de Barros

No último sarau da série estarão poemas e escritos de Manoel de Barros contidos nos livros Memórias inventadas, Poemas concebidos sem pecado, Gramática expositiva do chão e Concerto a céu aberto. Com Fernanda Rapisarda e José Romero, além de participação aberta ao público.

  • quando: 8 de dezembro, quinta às 20h
  • ingressos: grátis
  • duração: 40’
  • recomendação etária: livre
  • onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República / com acesso a cadeirantes
  • capacidade: 50 lugares

Realização: Companhia do Feijão / Cooperativa Paulista de Teatro / Secretaria Municipal de Cultura / Programa de Fomento ao Teatro

Publicado em Geral | Deixar um comentário

A TRAGÉDIA DE JOÃO E MARIA – teatro da deformação – no Feijão

joão e mariaLivremente inspirado no conto dos irmãos Grimm, a peça é uma versão adulta e deformada de Hansel und Gretel. A história retrata a trajetória de duas crianças abandonadas pelos pais em meio ao desespero da fome e da impossibilidade de alimentá-los. Influenciada por imagens de Vidas Secas, de Graciliano Ramos, a peça, cujo mote é uma sociedade em decadência e o universo carcomido da miséria “adulta”, evoca condições vitais precárias que são o cerne de um corpo oprimido, e dão aos atores a marca da dor e da fome.

  • Direção e Roteiro: Thiago Reis Vasconcelos
  • Direção Musical: Lucas Vasconcelos
  • Elenco: Clayton Lima, Fabi Ribeiro, Haroldo Stein, Martha Guijarro, Rafael Gracioli, Renata Adrianna, e Suelen Moreira
  • Músicos: Bruno Miotto, Bruno Mota, Deborah Hathner e Lucas Vasconcelos
  • Cenário e Figurino: Companhia Antropofágica
  • Desenho de Luz: Alessandra Queiroz e Renata Adrianna
  • Operação de Luz: Alessandra Queiroz
  • Produção: Maria Tereza Urias
  • Registro Audiovisual e Fotográfico: Alan Siqueira
  • quando: 4 a 27 de novembro, sextas e sábados às 21h e domingos às 19h
  • ingressos: grátis, retirados diretamente na bilheteria, aberta uma hora antes das apresentações
  • duração: 80’
  • classificação etária: 16 anos
  • onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República / com acesso a cadeirantes
  • capacidade: 50 lugares

Realização: Cia. Antropofágica / Companhia do Feijão / Cooperativa Paulista de Teatro / Secretaria Municipal de Cultura / Programa de Fomento ao Teatro

Publicado em Espetáculos | Com a tag , , | Deixar um comentário

QUEM, NÓS? – curta temporada no Feijão

jose_paulo_paesQuem, nós? é uma homenagem ao poeta José Paulo Paes. Um espetáculo musical de canções autorais compostas a partir da vasta obra poética do escritor. Uma tentativa verdadeira de cantar seus poemas e de difundir, com a ajuda da música, uma fração de seus pensamentos e críticas, de suas clarezas e angústias, de suas rimas e temas, de suas musas, de suas ideias em verso(s) sobre o humano, seu tempo, a poesia.

  • Em cena: Bruno Miotto, Bruno Mota, Eliana Bolanho, Flávia Ulhôa, Flávio Pires, Irací Tomiatto, Juliana Gontijo, Lucas Vasconcelos e Vera Abbud
  • Argumento: Flávio Pires
  • Composições e arranjos: o grupo
  • Cenografia: Guto Togniazzolo
  • Figurinos: Guto Togniazzolo e Cia. Antropofágica
  • Luz: Zernesto Pessoa
  • quando: 8, 15, 22 e 29 de novembro, terças às 21h
  • ingressos: grátis, retirados diretamente na bilheteria, aberta uma hora antes das apresentações
  • duração: 60’
  • recomendação etária: 12 anos
  • onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República /  com acesso a cadeirantes
  • capacidade: 50 lugares

Realização: Companhia do Feijão / Cooperativa Paulista de Teatro / Cia. Antropofágica / Cia. Teatral As Graças / Engenho Teatral / Secretaria Municipal de Cultura / Programa de Fomento ao Teatro

quem, nós?

Publicado em Espetáculos | Com a tag , , , , | Deixar um comentário

BÁRBARA SANTOS lança livro no Feijão

raizes e asasA pesquisadora Bárbara Santos realiza em novembro em nossa sede um encontro de lançamento de seu livro Teatro do Oprimido, Raízes e Asas: uma teoria da práxis. A publicação combina teoria e prática para a análise do método do Teatro do Oprimido de Augusto Boal.

  • quando: 16 de novembro, quarta às 20h
  • ingressos: grátis
  • Onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República / com acesso a cadeirantes

Realização: Bárbara Santos / Companhia do Feijão

Publicado em Encontros abertos | Com a tag , , | Deixar um comentário

SARAUS POÉTICOS no Feijão

sarau poéticoProsseguimos em novembro a série de saraus cênicos que busca lançar um olhar poético sobre questões, belezas, essencialidades e particularidades do homem brasileiro a partir de autores nacionais comprometidos com nossa origem e formação, à luz da realidade contemporânea.

  • Um João entre tantos – 10 de novembro, quinta às 20h
  • Poemas de João Cabral de Mello Neto contidos nas obras A educação pela pedra, Sevilha andando, Auto do frade e Obra completa. Com Fernanda Rapisarda, Fernanda Haucke, Flávio Pires e Guto Togniazzolo.
  • Quem, nós? – 29 de novembro, terça às 21h
  • Poemas de José Paulo Paes presentes em A poesia está morta mas juro que não fui eu, Histórias do Brasil, De ontem pra hoje e O aluno. Com Fernanda Rapisarda, este sarau estará integrado ao show de encerramento do show Quem, nós?
  • ingressos: grátis
  • duração: 40’
  • recomendação etária: livre
  • onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República / com acesso a cadeirantes
  • capacidade: 50 lugares

Realização: Companhia do Feijão / Cooperativa Paulista de Teatro / Secretaria Municipal de Cultura / Programa de Fomento ao Teatro

Publicado em Apresentações artísticas | Com a tag , | Deixar um comentário

LEANDRO MEDINA E BANDA LE NOIR no Feijão

leandro medina e banda le noir - fusões 2

Publicado em Apresentações artísticas | Com a tag , , | Deixar um comentário

FEIJÃO na Alemanha

Representando a Companhia do Feijão na Alemanha, em outubro estarão em Munique e Berlim Pedro Pires e Zernesto Pessoa.

Em Munique os integrantes participarão do Festival Teamtheater.Global São Paulo, acompanhando a leitura da versão em alemão do espetáculo Mire Veja realizada e dirigida por artistas alemães. Da programação constam ainda debate, entrevista e encontro com representantes da Universidade de Munique.

Em Berlim haverá um encontro público em A Livraria, com  a leitura de fragmentos do mesmo espetáculo, seguida de debate.

folderdef_b_bx

teamtheater.global são paulo

 

Publicado em Encontros abertos, Geral | Com a tag , | Deixar um comentário

FUSÕES 2 no Feijão

FUSÕES 2 - outubro 16Durante todo o mês de outubro de 2016 realizamos em nossa sede a segunda edição do projeto Fusões – a música que o teatro tem, reunindo trabalhos artísticos independentes que possuem em comum a intersecção entre as linguagens musical e teatral, insubmissos a ditames mercadológicos.

Este edição é produzida autonomamente, sem patrocínio ou apoios de programas públicos, com a colaboração direta de profissionais de várias áreas, além dos próprios artistas participantes através da renúncia a cachês e outros honorários; no sentido de que a exitosa programação realizada no módulo anterior possa ter continuidade, dada a relevância artística ali alcançada e aos poucos tornada referência como real possibilidade de uma confluência sólida entre teatro e música na cena cultural paulistana.

Na programação estão 4 atrações, entre artistas convidados e um espetáculo da própria companhia, com ingressos disponíveis pelo sistema pague quanto puder.

Programação / outubro 2016 – sempre aos sábados às 21h e domingos às 20h

– Manuela – dias 8 e 9

Espetáculo da Companhia do Feijão, com Vera Lamy e Lincoln Antonio, que conta a história de amizade entre Mário de Andrade e sua máquina de escrever. Manuela é o nome dado pelo escritor à sua máquina em homenagem ao amigo Manuel Bandeira, e é dela o ponto de vista da narrativa, que reúne reflexões de companheira à poesia e correspondência intensas de Mário de Andrade para contar quem foi esse brasileiro

  • Em cena: Vera Lamy e Lincoln Antonio
  • Concepção e dramaturgia: Vera Lamy
  • Direção musical e música original: Lincoln Antonio
  • Cenografia: Pedro Pires
  • Figurino: Anahí Asa
  • Iluminação: Zernesto Pessoa

– Estradar – 15 e 16 de outubro

Projeto do Duo formado pelo pianista Tiago Fusco e a cantora Verlucia Nogueira, Estradar é um convite às estradas de belezas de um sertão profundo através da música do poeta e compositor Elomar figueira Mello, revestida na formação de piano e voz feminina.

  • Em cena: Tiago Fusco e Verlucia Nogueira
  • Canções: Elomar Figueira Mello

– Na cachola – 22 e 23 de outubro

Show-cênico de pré-lançamento do disco Na cachola, de Marília Calderón e Walter Garcia, que experimenta diálogos entre a música, o teatro e a literatura.

  • Em cena: Marília Calderón e Walter Garcia
  • Direção: Jé Oliveira

– Leandro Medina e Banda Le Noir – 29 e 30 de outubro

Show onde a diversidade rítmica é marcada pelo pulso dançante de misturas sonoras, com fusões entre batuque, tambor de crioula, carimbo, ijexá, reggae, tecnobrega e baladas românticas.

  • Músicos: Leandro Medina, Flávio Rubens, Raphael Gomes, Ítalo Magno e Adilson Camarão

Fusões – a música que o teatro tem

  • Quando: de 8 a 30 de outubro, sábados às 21h e domingos às 20h
  • Ingressos: PAGUE QUANTO PUDER – bilheteria aberta uma hora antes das apresentações
  • Classificação etária: livre
  • Onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República / COM ACESSO A CADEIRANTES
  • Realização: Companhia do Feijão
  • Apoio: artistas participantes / Artefactos Bascos / Duda Gomes / Rafael Araújo / Sylvio Novelli Assessoria em Comunicação
Publicado em Apresentações artísticas | Com a tag , | Deixar um comentário

SARAUS POÉTICOS no Feijão

Iniciamos em outubro em nosso espaço uma série de saraus que buscam lançar um olhar poético sobre questões, belezas, essencialidades e particularidades do homem brasileiro a partir de autores nacionais comprometidos com nossa origem e formação, à luz da realidade contemporânea. As leituras são realizadas por integrantes da companhia e tem participação aberta ao público.

Programação

  • Letras Drummondianas – 6 de outubro, quinta, 20h

Poemas de Carlos Drummond de Andrade presentes em Alguma poesia, Brejo das almas, Sentimento do mundo, José, A rosa do povo, Claro enigma e Fazendeiro do ar.

  • Um João entre tantos – 10 de novembro, quinta, 20h

Poemas de João Cabral de Mello Neto presentes em A educação pela pedra, Sevilha andando, Auto do frade e Obra completa.

  • Quem, nós? – 29 de novembro, terça, 21h

Poemas de José Paulo Paes presentes em A poesia está morta mas juro que não fui eu, Histórias do Brasil na poesia de José Paulo Paes, De ontem pra hoje e O aluno.

  • Céu e chão de Manoel de Barros – 8 de dezembro, quinta, 20h

Poemas e escritos de Manoel de Barros presentes em Memórias inventadas, Poemas concebidos sem pecado, Gramática expositiva do chão e Concerto a céu aberto.

  • Com: Fernanda Haucke, Fernanda Rapisarda, Flavio Pires, Guto Togniazzolo e José Romero
  • Concepção e direção: Fernanda Rapisarda
  • Figurino: Guto Togniazzolo
  • Ingressos: grátis
  • Indicação etária: livre
  • Onde: Companhia do Feijão / R. Dr. Teodoro Baima 68 – República

Realização: Companhia do Feijão / Cooperativa Paulista de Teatro / Secretaria Municipal de Cultura / Programa de Fomento ao Teatro

Publicado em Apresentações artísticas | Com a tag , | Deixar um comentário

ARMADILHAS BRASILEIRAS no Feijão

Armadilhas Brasileiras - foto de José RomeroProsseguindo com as apresentações previstas no projeto Brasil, fábrica de sonhos – Pesadelo?, com espetáculos de nosso repertório que dialogam com nossa nova criação em curso, apresentamos em setembro e outubro uma curta temporada do espetáculo Armadilhas Brasileiras.

Armadilhas Brasileiras mostra um grupo de teatro em trabalho de ensaios finais de um espetáculo em estilo épico, cujo pano de fundo é a crise econômica mundial de 1929 e seu impacto sobre os trabalhadores rurais e portuários brasileiros – que ao final protagonizam uma revolução vitoriosa. Durante o trabalho, porém, surge entre os artistas um conflito sobre os rumos da história, com questionamentos antagônicos sobre seu conteúdo e as formas de representá-la. O acirramento deste embate leva a um “golpe cênico” que muda o tema e os estilos de representação, trazendo ao foco da discussão o próprio fazer artístico.

  • Em cena: Fernanda Haucke, Fernanda Rapisarda, Flávio Pires, Guto Togniazzolo e Vera Lamy
  • Argumento e Direção: Pedro Pires
  • Dramaturgia: Pedro Pires e Zernesto Pessoa
  • Cenografia: Fernanda Aloi e Pedro Pires
  • Figurinos: Daniel Infantini e Guto Togniazzolo
  • Direção musical: Flávio Pires e Lucas Vasconcelos
  • Músicas: núcleo artístico da companhia e Lucas Vasconcelos
  • Luz: Pedro Pires e Zernesto Pessoa
  • Vídeo: Leandro Goddinho
  • Operação de luz: Zernesto Pessoa
  • Operação de vídeo: Paulo Reis
  • Quando: 24 de setembro a 4 de outubro, de sábado a terça às 20h
  • Ingressos: grátis, retirados diretamente na bilheteria, aberta uma hora antes das apresentações
  • Duração: 120’
  • Classificação etária: 12 anos
  • Onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República
  • Capacidade: 60 lugares – COM ACESSO A CADEIRANTES
Publicado em Espetáculos | Com a tag , | Deixar um comentário