LEDORES NO BREU no Feijão

Recebemos em janeiro uma curta temporada do espetáculo LEDORES NO BREU, com Dinho Lima Flor.

Inspirado no texto “Confissão de Caboclo” do poeta Zé da Luz e no pensamento e prática do educador Paulo Freire, o espetáculo Ledores no Breu trata das relações entre o homem sem leitura e sem escrita com o mundo ao seu redor. Histórias entrelaçadas que acompanham analfabetos em pleno século XXI, homens percorrendo distâncias para elucidar suas dúvidas, seus erros e seus crimes. Há o homem que não lê, habitante do breu, que por isso mesmo é capaz de assassinar o bem maior de sua vida. Há também outro homem que lê, mas não consegue interpretar o texto, perdendo-se num mar de palavras sem sentido. Há ainda aqueles que leem as palavras, mas não leem o mundo: são muitos os ledores no Breu.

O que faz com que a cultura seja a porta-voz, não só de um desejo de emancipação, mas também, paradoxalmente, sirva de mecanismo de exclusão e demarcação de fronteiras sociais se apoiando em preconceitos linguísticos?

A Leitura do mundo e a leitura das letras. Nessas duas esferas de apreensão e criação do conhecimento, circulam nossos Ledores no Breu. O Espetáculo pretende ser uma reflexão sobre as consequências dos muitos analfabetismos à nossa volta. A partir de textos de Paulo Feire, Lêdo Ivo, Zé da Luz, Patativa do Assaré, Luiz Fernando Veríssimo, canções de Cartola, Jackson do Pandeiro e Chico César, figuras se cruzam, histórias se embaraçam e tecem as trajetórias dessas vítimas do crime de não saber ler.

  • Atuação: Dinho Lima Flor
  • Direção: Rodrigo Mercadante
  • Assistência de Direção: Thiago Claro França
  • Iluminação: Thiago França Claro e Artur Mattar
  • Contra-regra: Cida Lima
  • Designer Gráfico: Fábio Viana
  • Foto: Alécio Cesar
  • curta temporada: de 6 a 23 de janeiro, às sextas, sábados e segundas às 21h e domingos às 20h
  • onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República
  • ingresso: $ 20

 

Publicado em Geral | Deixar um comentário

SARAU com poemas de Manoel de Barros no Feijão

sarauFinalizamos em dezembro nossa primeira série de saraus poéticos, que buscou lançar um olhar poético sobre questões, belezas, essencialidades e particularidades do homem brasileiro a partir de autores nacionais comprometidos com nossa origem e formação, à luz da realidade contemporânea.

Em DEZEMBRO – Céu e chão de Manoel de Barros

No último sarau da série estarão poemas e escritos de Manoel de Barros contidos nos livros Memórias inventadas, Poemas concebidos sem pecado, Gramática expositiva do chão e Concerto a céu aberto. Com Fernanda Rapisarda e José Romero, além de participação aberta ao público.

  • quando: 8 de dezembro, quinta às 20h
  • ingressos: grátis
  • duração: 40’
  • recomendação etária: livre
  • onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República / com acesso a cadeirantes
  • capacidade: 50 lugares

Realização: Companhia do Feijão / Cooperativa Paulista de Teatro / Secretaria Municipal de Cultura / Programa de Fomento ao Teatro

Publicado em Geral | Deixar um comentário

A TRAGÉDIA DE JOÃO E MARIA – teatro da deformação – no Feijão

joão e mariaLivremente inspirado no conto dos irmãos Grimm, a peça é uma versão adulta e deformada de Hansel und Gretel. A história retrata a trajetória de duas crianças abandonadas pelos pais em meio ao desespero da fome e da impossibilidade de alimentá-los. Influenciada por imagens de Vidas Secas, de Graciliano Ramos, a peça, cujo mote é uma sociedade em decadência e o universo carcomido da miséria “adulta”, evoca condições vitais precárias que são o cerne de um corpo oprimido, e dão aos atores a marca da dor e da fome.

  • Direção e Roteiro: Thiago Reis Vasconcelos
  • Direção Musical: Lucas Vasconcelos
  • Elenco: Clayton Lima, Fabi Ribeiro, Haroldo Stein, Martha Guijarro, Rafael Gracioli, Renata Adrianna, e Suelen Moreira
  • Músicos: Bruno Miotto, Bruno Mota, Deborah Hathner e Lucas Vasconcelos
  • Cenário e Figurino: Companhia Antropofágica
  • Desenho de Luz: Alessandra Queiroz e Renata Adrianna
  • Operação de Luz: Alessandra Queiroz
  • Produção: Maria Tereza Urias
  • Registro Audiovisual e Fotográfico: Alan Siqueira
  • quando: 4 a 27 de novembro, sextas e sábados às 21h e domingos às 19h
  • ingressos: grátis, retirados diretamente na bilheteria, aberta uma hora antes das apresentações
  • duração: 80’
  • classificação etária: 16 anos
  • onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República / com acesso a cadeirantes
  • capacidade: 50 lugares

Realização: Cia. Antropofágica / Companhia do Feijão / Cooperativa Paulista de Teatro / Secretaria Municipal de Cultura / Programa de Fomento ao Teatro

Publicado em Espetáculos | Com a tag , , | Deixar um comentário

QUEM, NÓS? – curta temporada no Feijão

jose_paulo_paesQuem, nós? é uma homenagem ao poeta José Paulo Paes. Um espetáculo musical de canções autorais compostas a partir da vasta obra poética do escritor. Uma tentativa verdadeira de cantar seus poemas e de difundir, com a ajuda da música, uma fração de seus pensamentos e críticas, de suas clarezas e angústias, de suas rimas e temas, de suas musas, de suas ideias em verso(s) sobre o humano, seu tempo, a poesia.

  • Em cena: Bruno Miotto, Bruno Mota, Eliana Bolanho, Flávia Ulhôa, Flávio Pires, Irací Tomiatto, Juliana Gontijo, Lucas Vasconcelos e Vera Abbud
  • Argumento: Flávio Pires
  • Composições e arranjos: o grupo
  • Cenografia: Guto Togniazzolo
  • Figurinos: Guto Togniazzolo e Cia. Antropofágica
  • Luz: Zernesto Pessoa
  • quando: 8, 15, 22 e 29 de novembro, terças às 21h
  • ingressos: grátis, retirados diretamente na bilheteria, aberta uma hora antes das apresentações
  • duração: 60’
  • recomendação etária: 12 anos
  • onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República /  com acesso a cadeirantes
  • capacidade: 50 lugares

Realização: Companhia do Feijão / Cooperativa Paulista de Teatro / Cia. Antropofágica / Cia. Teatral As Graças / Engenho Teatral / Secretaria Municipal de Cultura / Programa de Fomento ao Teatro

quem, nós?

Publicado em Espetáculos | Com a tag , , , , | Deixar um comentário

BÁRBARA SANTOS lança livro no Feijão

raizes e asasA pesquisadora Bárbara Santos realiza em novembro em nossa sede um encontro de lançamento de seu livro Teatro do Oprimido, Raízes e Asas: uma teoria da práxis. A publicação combina teoria e prática para a análise do método do Teatro do Oprimido de Augusto Boal.

  • quando: 16 de novembro, quarta às 20h
  • ingressos: grátis
  • Onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República / com acesso a cadeirantes

Realização: Bárbara Santos / Companhia do Feijão

Publicado em Encontros abertos | Com a tag , , | Deixar um comentário

SARAUS POÉTICOS no Feijão

sarau poéticoProsseguimos em novembro a série de saraus cênicos que busca lançar um olhar poético sobre questões, belezas, essencialidades e particularidades do homem brasileiro a partir de autores nacionais comprometidos com nossa origem e formação, à luz da realidade contemporânea.

  • Um João entre tantos – 10 de novembro, quinta às 20h
  • Poemas de João Cabral de Mello Neto contidos nas obras A educação pela pedra, Sevilha andando, Auto do frade e Obra completa. Com Fernanda Rapisarda, Fernanda Haucke, Flávio Pires e Guto Togniazzolo.
  • Quem, nós? – 29 de novembro, terça às 21h
  • Poemas de José Paulo Paes presentes em A poesia está morta mas juro que não fui eu, Histórias do Brasil, De ontem pra hoje e O aluno. Com Fernanda Rapisarda, este sarau estará integrado ao show de encerramento do show Quem, nós?
  • ingressos: grátis
  • duração: 40’
  • recomendação etária: livre
  • onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República / com acesso a cadeirantes
  • capacidade: 50 lugares

Realização: Companhia do Feijão / Cooperativa Paulista de Teatro / Secretaria Municipal de Cultura / Programa de Fomento ao Teatro

Publicado em Apresentações artísticas | Com a tag , | Deixar um comentário

LEANDRO MEDINA E BANDA LE NOIR no Feijão

leandro medina e banda le noir - fusões 2

Publicado em Apresentações artísticas | Com a tag , , | Deixar um comentário

FEIJÃO na Alemanha

Representando a Companhia do Feijão na Alemanha, em outubro estarão em Munique e Berlim Pedro Pires e Zernesto Pessoa.

Em Munique os integrantes participarão do Festival Teamtheater.Global São Paulo, acompanhando a leitura da versão em alemão do espetáculo Mire Veja realizada e dirigida por artistas alemães. Da programação constam ainda debate, entrevista e encontro com representantes da Universidade de Munique.

Em Berlim haverá um encontro público em A Livraria, com  a leitura de fragmentos do mesmo espetáculo, seguida de debate.

folderdef_b_bx

teamtheater.global são paulo

 

Publicado em Encontros abertos, Geral | Com a tag , | Deixar um comentário

FUSÕES 2 no Feijão

FUSÕES 2 - outubro 16Durante todo o mês de outubro de 2016 realizamos em nossa sede a segunda edição do projeto Fusões – a música que o teatro tem, reunindo trabalhos artísticos independentes que possuem em comum a intersecção entre as linguagens musical e teatral, insubmissos a ditames mercadológicos.

Este edição é produzida autonomamente, sem patrocínio ou apoios de programas públicos, com a colaboração direta de profissionais de várias áreas, além dos próprios artistas participantes através da renúncia a cachês e outros honorários; no sentido de que a exitosa programação realizada no módulo anterior possa ter continuidade, dada a relevância artística ali alcançada e aos poucos tornada referência como real possibilidade de uma confluência sólida entre teatro e música na cena cultural paulistana.

Na programação estão 4 atrações, entre artistas convidados e um espetáculo da própria companhia, com ingressos disponíveis pelo sistema pague quanto puder.

Programação / outubro 2016 – sempre aos sábados às 21h e domingos às 20h

– Manuela – dias 8 e 9

Espetáculo da Companhia do Feijão, com Vera Lamy e Lincoln Antonio, que conta a história de amizade entre Mário de Andrade e sua máquina de escrever. Manuela é o nome dado pelo escritor à sua máquina em homenagem ao amigo Manuel Bandeira, e é dela o ponto de vista da narrativa, que reúne reflexões de companheira à poesia e correspondência intensas de Mário de Andrade para contar quem foi esse brasileiro

  • Em cena: Vera Lamy e Lincoln Antonio
  • Concepção e dramaturgia: Vera Lamy
  • Direção musical e música original: Lincoln Antonio
  • Cenografia: Pedro Pires
  • Figurino: Anahí Asa
  • Iluminação: Zernesto Pessoa

– Estradar – 15 e 16 de outubro

Projeto do Duo formado pelo pianista Tiago Fusco e a cantora Verlucia Nogueira, Estradar é um convite às estradas de belezas de um sertão profundo através da música do poeta e compositor Elomar figueira Mello, revestida na formação de piano e voz feminina.

  • Em cena: Tiago Fusco e Verlucia Nogueira
  • Canções: Elomar Figueira Mello

– Na cachola – 22 e 23 de outubro

Show-cênico de pré-lançamento do disco Na cachola, de Marília Calderón e Walter Garcia, que experimenta diálogos entre a música, o teatro e a literatura.

  • Em cena: Marília Calderón e Walter Garcia
  • Direção: Jé Oliveira

– Leandro Medina e Banda Le Noir – 29 e 30 de outubro

Show onde a diversidade rítmica é marcada pelo pulso dançante de misturas sonoras, com fusões entre batuque, tambor de crioula, carimbo, ijexá, reggae, tecnobrega e baladas românticas.

  • Músicos: Leandro Medina, Flávio Rubens, Raphael Gomes, Ítalo Magno e Adilson Camarão

Fusões – a música que o teatro tem

  • Quando: de 8 a 30 de outubro, sábados às 21h e domingos às 20h
  • Ingressos: PAGUE QUANTO PUDER – bilheteria aberta uma hora antes das apresentações
  • Classificação etária: livre
  • Onde: Companhia do Feijão – R. Dr. Teodoro Baima 68 – República / COM ACESSO A CADEIRANTES
  • Realização: Companhia do Feijão
  • Apoio: artistas participantes / Artefactos Bascos / Duda Gomes / Rafael Araújo / Sylvio Novelli Assessoria em Comunicação
Publicado em Apresentações artísticas | Com a tag , | Deixar um comentário

SARAUS POÉTICOS no Feijão

Iniciamos em outubro em nosso espaço uma série de saraus que buscam lançar um olhar poético sobre questões, belezas, essencialidades e particularidades do homem brasileiro a partir de autores nacionais comprometidos com nossa origem e formação, à luz da realidade contemporânea. As leituras são realizadas por integrantes da companhia e tem participação aberta ao público.

Programação

  • Letras Drummondianas – 6 de outubro, quinta, 20h

Poemas de Carlos Drummond de Andrade presentes em Alguma poesia, Brejo das almas, Sentimento do mundo, José, A rosa do povo, Claro enigma e Fazendeiro do ar.

  • Um João entre tantos – 10 de novembro, quinta, 20h

Poemas de João Cabral de Mello Neto presentes em A educação pela pedra, Sevilha andando, Auto do frade e Obra completa.

  • Quem, nós? – 29 de novembro, terça, 21h

Poemas de José Paulo Paes presentes em A poesia está morta mas juro que não fui eu, Histórias do Brasil na poesia de José Paulo Paes, De ontem pra hoje e O aluno.

  • Céu e chão de Manoel de Barros – 8 de dezembro, quinta, 20h

Poemas e escritos de Manoel de Barros presentes em Memórias inventadas, Poemas concebidos sem pecado, Gramática expositiva do chão e Concerto a céu aberto.

  • Com: Fernanda Haucke, Fernanda Rapisarda, Flavio Pires, Guto Togniazzolo e José Romero
  • Concepção e direção: Fernanda Rapisarda
  • Figurino: Guto Togniazzolo
  • Ingressos: grátis
  • Indicação etária: livre
  • Onde: Companhia do Feijão / R. Dr. Teodoro Baima 68 – República

Realização: Companhia do Feijão / Cooperativa Paulista de Teatro / Secretaria Municipal de Cultura / Programa de Fomento ao Teatro

Publicado em Apresentações artísticas | Com a tag , | Deixar um comentário